A Maçonaria Aberta aos Homens de Bem
SABEDORIA, PROSPERIDADE E UNIÃO







PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS

A Maçonaria é uma Ordem Universal, essencialmente iniciática, filosófica, filantrópica, progressista e evolucionista, formada por homens de todas as raças, credos e nacionalidades, acolhidos por iniciação e congregados em Lojas, nas quais, por métodos ou meios racionais, auxiliados por símbolos e alegorias, estudam e trabalham para a construção da Sociedade Humana.

É fundada no Amor Fraternal, na esperança de que com Amor a Deus, à Pátria, à Família e ao Próximo, com Tolerância, Virtude e Sabedoria, com a constante livre investigação da Verdade, com o progresso do Conhecimento Humano, das Ciências e das Artes, sob a tríade – Liberdade, Igualdade e Fraternidade – dentro dos princípios da Razão e da Justiça, o mundo alcance a Felicidade Geral e a Paz Universal.

Desse enunciado deduzem-se os seguintes corolários:

I – A maçonaria proclama, desde a sua origem, a existência de um PRINCÍPIO CRIADOR, ao qual, em respeito a todas as religiões, denomina G.’.A.’.D.’.U.’.;

II – A Maçonaria não impõem limites à livre investigação da Verdade e, para garantir essa liberdade, exige de todos a maior tolerância;

 III – A Maçonaria é acessível aos homens de todas as classes, crenças religiosas e opiniões políticas, excetuando-se aquelas que privem o homem da liberdade de consciência ou restrinjam os direitos e a dignidade da pessoa humana;

IV – A Maçonaria Simbólica se divide em três Graus universalmente reconhecidos e adotados: Aprendiz, Companheiro e Mestre;

V – A Maçonaria, cujo objetivo é combater a ignorância em todas as suas modalidades, se constitui numa escola mútua, impondo o seguinte programa:

  • Obedecer às leis democráticas do País;
  • Viver segundo os ditames da Honra;
  • Praticar a Justiça;
  • Amar ao Próximo;
  • Trabalhar pela felicidade do Gênero Humano, até conseguir sua emancipação progressiva e pacífica;

VI – A Maçonaria proíbe expressamente toda discussão religioso-sectária, político-partidária ou racial em seus Templos ou fora deles em seu nome;

A par desta Definição de Princípios, a Maçonaria proclama também, os seguintes Postulados:

A – Amar a Deus, à Pátria, à Família e à Humanidade:

B – Exigir de seus membros boa reputação moral, cívica, social e familiar, pugnando pelo aperfeiçoamento dos costumes;

C – Lutar pelo princípio da Equidade, dando a cada um o que for justo, de acordo com sua capacidade, obras e méritos;

D – Combater o fanatismo e as paixões que acarretam o obscurantismo;

E – Pratica a Caridade e a Beneficência de modo sigiloso, sem humilhar o necessitado, incentivando o Solidarismo, o Mutualismo, o Cooperativismo, o Seguro Social e outros meios de Ação Social;

F – Combater todos os vícios;

G – Considerar o trabalho lícito e digno como dever primordial do Homem;

H – Defender os direitos e as garantias individuais;

I – Exigir tolerância para com toda e qualquer forma de manifestação de consciência, de religião ou de filosofia, cujos objetivos sejam o de conquistar a Verdade, a Moral a Paz e o Bem Estar Social;

J – Os Ensinamentos Maçônicos induzem seus adeptos a se dedicarem à felicidade de seus semelhantes, não somente porque a Razão e a Moral lhes impõe tal obrigação, mas porque esse sentimento de solidariedade os fez Filhos Comuns do Universo e amigos de todos os seres Humanos.


Veja outros posts
Compartilhe esta página |