A Maçonaria Aberta aos Homens de Bem
SABEDORIA, PROSPERIDADE E UNIÃO







23 de Maio - O FANATISMO - BREVIÁRIO MAÇÔNICO

A palavra tem origem latina, fanum significando templo. Assim, o adepto de uma religião, doutrina, seita ou mesmo a maçonaria que se excede nas suas obrigações, que exagera na sua condição de dedicação à causa, de forma cega e intransigente, será considerado fanático.


A maçonaria combate o fanatismo por considerá-lo nocivo e entrava ao raciocínio.

Mesmo que pareça inacreditável, há maçons fanáticos; esses que diariamente frequentam lojas e que se infiltram em tudo.

No início, são considerados "maçons excepcionais", dedicados à arte real, fiéis exemplos... mas, pouco a pouco, resultam nocivos, pois pretendem destaque e crêem serem candidatos a todos os cargos, como insubstituíveis.

Cuide o maçom de não cair nessa fraqueza, pois, no grupo maçônico, todos são iguais e nenhum deve destacar-se pelo fato de ser excessivamente assíduo.

O fanático não passa de um ser vicioso, e a sua presença desequilibrada corrói todo o sistema.


O equilíbrio é o melhor caminho da normalidade; ser diligente, ativo, cumpridor de seus deveres é um comportamento recomendável e normal.

Qualquer excesso resulta em fanatismo.


QUERO ME APROFUNDAR NOS SEGREDOS MAÇÔNICOS




Veja outros posts
Compartilhe esta página |