A Maçonaria Aberta aos Homens de Bem
SABEDORIA, PROSPERIDADE E UNIÃO







30 de Maio - O FIO - BREVIÁRIO MAÇÔNICO

Trata-se de uma expressão que significa o "mínimo".

"Estar por um fio" significa estar no limite; o fio que compõe o prumo, firmando a testa, para deixar livre e perpendicularmente a ponta é indispensável para o funcionamento do instrumento.


Estar a prumo significa estar em equilíbrio, ou seja, corretamente. O prumo é um instrumento de medida, mas funciona sempre de modo perpendicular e de cima para baixo; simboliza que a correção, o justo e a exatidão são fatores verticais, recebendo a influência da atração da terra e simboliza que seu funcionamento parte do "alto" , ou seja, da mente.

O maçom, ao chegar no limite de sua atividade, deve pensar sempre na retidão.

O fio é maleável, delicado, sutil e frágil; sejamos todos, no prumo, o fio que o caracteriza para pautar nosso comportamento com fidelidade e verticalidade.


Não convém permanecermos sempre no limite, ou estar por um fio, mas evitar esse posicionamento para nossa própria segurança. Para que o prumo funcione, esse fio deve estar retesado servindo como se fora uma haste inflexível.

O uso do prumo, sem essa inflexibilidade, resultará numa medida falsa.

O maçom deve procurar sempre a correção.


QUERO ME APROFUNDAR NOS SEGREDOS MAÇÔNICOS




Veja outros posts
Compartilhe esta página |