A Maçonaria Aberta aos Homens de Bem
SABEDORIA, PROSPERIDADE E UNIÃO







01 de Junho - A FOICE - BREVIÁRIO MAÇÔNICO

É símbolo de colheita; trata-se de um instrumento de corte de origem milenar, em forma de meia-lua, colocado na extremidade de um cabo e usado para a colheita das plantas que fornecem grãos.

Seu significado é duplo, pois simboliza também o ceifar de uma vida, ou seja, a morte.


Em maçonaria, é símbolo do tempo e da morte e é colocado na câmara das reflexões.

Em épocas pretéritas colocava-se a foice na mão de um esqueleto.

A foice lembra ao maçom o trabalho persistente e a coleta do alimento, em especial do trigo.

No princípio do século XX, a foice e o martelo, simbolizando a agricultura e a indústria, constituíram o símbolo do Partido Comunista Soviético, hoje banido na Rússia, mas subsistindo em alguns países, como elemento nostálgico.


Frente a esse símbolo mortuário, o maçom deve meditar na fatalidade da vida que pode ser ceifada sem aviso e em momento imprevisto.

O dever de cada um é preparar-se para a morte, convencendo-se de que ela não significa um final, mas ao contrário, um princípio.

Ceifada uma vida, renasce uma outra, uma vez que a morte dá lugar a um novo nascimento.

Deve-se pensar na morte... enquanto se está vivo!


QUERO ME APROFUNDAR NOS SEGREDOS MAÇÔNICOS




Veja outros posts
Compartilhe esta página |